Polivitamínico como tomar?

Em resumo nosso organismo precisa de uma série de nutrientes para funcionar plenamente. Dessa maneira os polivitamínicos possuem uma serie de vitaminas e minerais chamados de micronutrientes que são essenciais para nosso corpo e diversas reações orgânicas que acontecem dentro dele.

O cálcio e a vitamina D são importantes para a construção e manutenção dos nossos ossos. A vitamina C é um ótimo antioxidante, que além de proteger o organismo contra a ação de radicais livres ela também atua no sistema imunológico sendo essencial para a absorção de outros nutrientes.

Quando o organismo não possui doses adequadas dessas vitaminas e minerais, suas funções podem ficar comprometidas e desencadear diversas doenças.

Os polivitamínicos suplementos capazes de suprir as deficiências nutricionais de uma dieta desequilibrada.

Todavia eles não são capasses de substituir uma alimentação saudável, eles somente auxiliam no fortalecimento de quantidades ideais e necessárias em nosso corpo.

Os polivitamínicos mantem nosso organismo nutrido para que ele possa executar suas funções da melhor forma.

Polivitamínicos como tomar?

O recomendado é ingerir 1 cápsula do polivitaminico ao dia, antes das principais refeições.

Crianças menores de 3 anos devem consumir sob orientação de nutricionista ou médico

. Consumir sob orientação de nutricionista ou médico, pois pode ocorrer alguma intolerância ou algo do tipo, então sempre consulte um médico ou especialista para pedir as informações de consumo.

Tomar polivitamínicos podem ajudar em um envelhecimento muito mais saudável!

Polivitamínico engorda?

O uso de suplementos polivitamínicos não engorda, uma vez que as cápsulas são apenas um excipiente para vitaminas e minerais deficientes na alimentação.

Pelo contrário, os polivitamínicos podem auxiliar no emagrecimento quando este está relacionado com alguma deficiência nutricional, uma vez que o polivitamínico atua melhorando o funcionamento do organismo como um todo por fornecer as vitaminas e minerais necessárias para as reações orgânicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *